Futuro das Cidades - Instituto Vedacit

Projeto Eco Folia Solidária:Mais de 30 toneladas de resíduos retirados dos circuitos da folia de Salvador

Passada a folia, surgem vários balanços e avaliações de aspectos negativos e positivos da festa. Do ponto de vista ecológico e sustentável também não é diferente: a quantidade de material potencialmente reciclável que não vai mais parar nas praias, córregos e aterros em Salvador ou municípios vizinhos. Mais de 30 toneladas de resíduos sólidos retiradas dos circuitos da festa, notadamente latinhas de alumínio, garrafas pets e embalagens plásticas. Todo esse material foi recolhido por catadoras e catadores cooperados e/ou avulsos que participaram do Projeto Eco Folia Solidária: o Trabalho Decente Preserva o Meio Ambiente, edição 2019. Há dezesseis anos o Projeto, capitaneado pelo Complexo Cooperativo de Reciclagem da Bahia / CCRBA, envolve instituições públicas do estado e município e também iniciativa privada, além de organizações da sociedade civil.

Vem gente de bairros distantes ao circuito, vem gente de outros municípios seja da região metropolitana ou não. Catadoras e catadores avulsos muitas vezes, aqueles que enxergam na atividade um incremento da renda, outros que catam onde vivem, mas entendem que o carnaval e outras festas de rua na capital geram grandes volumes de resíduos. A presidente do CCRBA, Michele Almeida, destacou a preocupação em atender esse público: “Foi realizado cadastro, como todos os anos, desses trabalhadores avulsos, como chamamos. Essa edição do Eco Folia não fomos contemplados em todas as solicitações feitas sobre local para asseio e descanso dos trabalhadores em todas as centrais, por exemplo. Conseguimos somente um dos 3 locais pedidos para que os agentes pudessem almoçar. Algumas situações descumpridas pelos poderes públicos, ocorrências já agendadas no Ministério Público do Trabalho, inclusive. Mas as pessoas chegam e vêm dispostas a trabalhar e mostram serviço todos os dias da festa. Repassamos o fardamento, com botas, meias, luvas, protetores auriculares, camisas e calças e garantimos as três refeições e água. Somos aguerridos!”, pontuou Almeida.

O Projeto Eco Folia Solidária – O Trabalho Decente Preserva o Meio Ambiente 2019, contou com o patrocínio do Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – SETRE e a Secretaria Estadual do Meio Ambiente – SEMA e a empresa AMBEV. E apoio do Centro de Arte e Meio Ambiente – CAMA, Fórum Baiano de Economia Solidária, Movimento da População em Situação de Rua, Ministério Público do Estado, Defensoria Pública do Estado, Ministério Público do Trabalho e a Prefeitura Municipal de Salvador.