Futuro das Cidades - Instituto Vedacit

Jovens participam de curso profissionalizante com o apoio do instituto Vedacit

Para construir uma sociedade mais justa é necessário contribuir para a inserção dos jovens no mercado de trabalho. Por compartilharem dessa premissa, o Instituto Vedacit ao lado da Unibes Cultural, realizaram as oficinas de marcenaria para adolescentes em situação de vulnerabilidade social. A entrega de certificados aconteceu na última terça-feira, 16 de abril, na Unibes Cultural.

O Projeto Mobiliário Urbano reuniu 24 adolescentes, entre 16 e 20 anos, sem nenhuma experiência prévia em marcenaria, para aprender a confeccionar bancos e mobiliário para espaços públicos. O material produzido será destinado a praça Kantuta, no bairro do Pari, em São Paulo, um palco-banco feito de pallets, e para a própria Unibes, um mobiliário com vasos, trepadeira, lixeira, casa de passarinho e dois bancos acoplados, que ficará no jardim de entrada da instituição.

Os jovens fazem parte do Programa de Capacitação Profissional da Unibes, no qual recebem formação nos módulos básico – que valoriza habilidades comportamentais, como comunicação, trabalho em equipe, raciocínio lógico e à reflexão de conceitos como cidadania, responsabilidade, valorização do trabalho – e específico – com a finalidade de estimular a capacitação profissional por meio de oficinas de gastronomia, hotelaria, eletricidade, manutenção de computadores e a de marcenaria, que conta com o apoio do Instituto Vedacit.

Contribuir para a formação de jovens com alternativas de trabalho e empreendedorismo é uma das linhas de atuação do Instituto Vedacit, chamada de Cidades Inteligentes. “Para o desenvolvimento das cidades do futuro é necessário estimular a participação dos jovens na revitalização e ocupação dos espaços públicos por meio da transformação em espaços de uso coletivo. Ao despertar o sentido de pertencimento e apropriação do local onde vivem, eles se conectam com suas comunidades e contribuem para transformá-las num lugar melhor para se viver”, afirma Luis Fernando Guggenberger, gerente de Inovação e Sustentabilidade da Vedacit.

Para participar, os alunos devem estar matriculados na rede pública, cursando o ensino médio no período noturno, e fazer o curso no contra turno escolar. Mais informações sobre o projeto e as próximas turmas estão disponíveis no site https://unibes.org.br/jovens/.