Futuro das Cidades - Instituto Vedacit

Inclusão social, empreendedorismo e empregabilidade: iniciativas exemplares

As dificuldades crescentes de empregabilidade no Brasil, aliadas às limitações muitas vezes encontradas em comunidades carentes, são alavancadoras de iniciativas sociais importantes na transformação de jovens em todo o país. O gap educacional de moradores das comunidades, as dificuldades de acesso a uma formação qualificada e a distância dos centros empregadores, entre outros obstáculos, são propulsores de ideias inovadoras, que ajudam a transformar a realidade de muitas pessoas. E exemplos destas iniciativas é que não faltam.

A Besouro é uma agência de fomento que promove o desenvolvimento de programas, capacitações e cursos em prol dos direitos básicos do cidadão, como a educação, saúde, desenvolvimento protagonista pessoal e da comunidade.  Segundo o site da agência, os cursos ministrados utilizam um método conhecido como By Necessity, que tem como objetivo ajudar jovens de baixa renda a desenvolver um plano de negócios. Os cursos são de 30 horas de aulas presenciais divididas em 10 módulos temáticos e cinco encontros e, no fim, o aluno sai com um plano de negócios e estruturação que lhe permitem iniciar o empreendimento imediatamente. Depois do curso, os alunos ainda têm um período de três meses de incubação, em que continuam sendo assistidos. Os cursos são financiados por instituições da iniciativa pública ou privada.

O idealizador do projeto é Vinícius Mendes Lima, nascido e criado na periferia de Porto Alegre. Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, disse que “a metodologia (utilizada pelo projeto) é acessível e leva em conta as limitações que frequentemente são impostas àqueles que empreendem por necessidade, como a falta de tempo, ausência de investimento inicial e de conhecimentos teóricos sobre marketing e administração, assim como a necessidade de retorno financeiro imediato”. Mais detalhes sobre os projetos sociais estão no site da agência: www.agenciabesouro.com.br/.

Outra iniciativa importante foi idealizada pelo empreendedor social Fábio Takada, criador da Firgun, uma plataforma de investimento coletivo para empreendedores de baixa renda. A plataforma tem como objetivo reduzir a dificuldade de acesso a crédito para pequenos negócios no Brasil. Segundo matéria da revista PEGN,  “a dificuldade de acesso a crédito é um dos maiores problemas enfrentados pelos donos de pequenos negócios no Brasil. Um levantamento recente mostrou que pelo menos 84% das MPE não são aprovadas nas linhas de financiamentos que, em sua maioria, privilegiam as grandes empresas”. Em 2017, a fintechde Takada ganhou o prêmio da Iniciativa Incluir, organizado pelo PNUD, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, e pelo Sebrae. O trabalho desenvolvido pela Firgun auxilia microempreendedores em todo o Brasil  e em está alinhado com o 17º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU . Mais detalhes estão no site do programa: https://financiamentos.firgun.com.br/.

Um outro exemplo é o Coletivo Jovem, programa social do Instituto Coca-Cola Brasil em parceria com o Instituto Vedacit. Como detalha o site do projeto, o programa tem como objetivo inspirar e empoderar jovens de 16 a 25 anos, moradores de comunidades urbanas de baixa renda, por meio da capacitação e desenvolvimento profissional, valorização da autoestima e conexão com novas oportunidades de geração de renda.  Fruto de um processo de cocriação e aprendizados adquiridos em campo com parceiros, comunidades e beneficiários finais, o curso do Coletivo conta com uma tecnologia social que norteia todo o trabalho, respeitando as especificidades de cada local onde é implementado, o que garante escala e seu aprimoramento contínuo.  O programa se propõe a criar referências que ampliem a visão de mundo dos participantes, destacando a importância de se prepararem para o futuro.Além disso, promove condições para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, através de uma metodologia que promove o “aprender fazendo”, o protagonismo, a comunicação, autonomia e pensamento crítico – atitudes fundamentais para o jovem.