Futuro das Cidades - Instituto Vedacit

Paraná quer ser referência no Brasil em ações de sustentabilidade

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta terça-feira (16), em Nova York, do High-level Political Forum (HLPF), fórum das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável com foco no Pacto Global. O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, integrou a mesma rodada de apresentações.

O Paraná é o representante brasileiro em um grupo de trabalho da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que auxiliará alguns países e regiões a atingirem os 17 Objetivos e 169 metas propostos pela ONU. Com isso, a OCDE vai dar o suporte técnico para que todas as regiões do Paraná atinjam os ODS de uma maneira mais rápida.

A entidade é uma organização internacional, existe há 57 anos e tem sede em Paris. Entre suas funções principais está solucionar problemas, auxiliar no desenvolvimento socioeconômico e coordenar políticas públicas dos países. Atualmente 36 países fazem parte da organização e o Brasil está na lista de consideração. Para ser integrante, a comissão de adesão analisa o PIB – rendimento per capita do país e o Índice de Desenvolvimento Humano – IDH.

Além do Paraná participam do programa a região sul da Dinamarca, a cidade de Kitakyushu, no Japão; a região de Flandres, na Bélgica; a cidade de Bonn, na Alemanha; o município de Kópavogur, na Islândia; o condado de Viken, na Noruega; a província de Córdoba, na Argentina, e a cidade de Moscou, na Rússia.

AGENDA 2030 – A Agenda 2030 foi adotada em 2015 por diversos líderes mundiais como um plano de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir direitos aos cidadãos. A plataforma abrange o conjunto dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Nela estão previstas ações mundiais nas áreas de erradicação da pobreza, segurança alimentar, agricultura, saúde, educação, igualdade de gênero, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima, cidades sustentáveis, proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres, crescimento econômico inclusivo, infraestrutura, industrialização, entre outros, com o objetivo de promover o bem no planeta.

leia mais:

http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=102921&tit=Parana-quer-ser-referencia-no-Brasil-em-acoes-de-sustentabilidade