Futuro das Cidades - Instituto Vedacit

Os desafios das cidades para o século 21

Em um completo artigo publicado na Folha de S.Paulo, o italiano Maurizio Carta, presidente da Escola Politécnica da Universidade de Palermo, apresenta pensamento sobre como os centros urbanos precisam ser adaptados para fomentar modelo de desenvolvimento que produza menos desigualdade e desperdício de recursos.

Um desses pensamento é parte do princípio de que “uma cidade deve ser inteligente, proporcionando a interação entre o hardware de espaços urbanos mais acolhedores e o software da cidadania ativa, por meio de um novo sistema de operação capaz de gerar planejamentos urbanos mais participativos”, escreveu. Mais ainda, precisamos reativar a dimensão produtiva, de modo a facilitar o renascimento da cidade baseado em uma nova economia de makers e de artesãos digitais.

Logo em segui afirma que também é preciso potencializar a dimensão criativa, integrando a cultura, a comunicação e a cooperação como recursos para uma cidade ativa que possa gerar novas formas de remodelar o espaço urbano, estimular a criatividade e produzir um crescimento fundado na identidade, na qualidade e no renome.

Lia mais:

https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2019/08/cidade-do-seculo-21-tem-que-ser-sensivel-e-criativa-diz-urbanista-italiano.shtml