Futuro das Cidades - Instituto Vedacit

Caminhar faz muito bem à saúde do corpo e da mente

Marcio Atalla, professor de Educação Física, com especialização em Treinamento de alto rendimento e pós-graduação em Nutrição (USP) ficou conhecido em todo o Brasil quando protagonizou uma série exibida na Globo, o famoso “Medida Certa”, onde orientou celebridades da TV para saírem do sedentarismo e iniciarem algum tipo de atividade física. Naquela série de programas, o ponto de partida era quase sempre o mesmo: caminhar e evoluir, dentro dos limites de cada um, até tornar as atividades físicas um hábito saudável.

No seu site na internet, Atalla traz suas orientações para quem quer praticar este tipo de atividade. Num destes conteúdos publicados, ele compartilha que “é inegável que praticar atividade física faz bem para a saúde. Porém, é comum que apareçam dúvidas na hora de escolher qual exercício fazer. Muitas pessoas acreditam que a corrida e a caminhada servem para a mesma coisa, mas, apesar de possuírem benefícios parecidos, os objetivos atingidos através de cada um dos exercícios são distintos”. Você pode ler mais sobre este assunto no link: https://marcioatalla.uol.com.br/dicas-rapidas-vida-e-saude/caminhada-e-uma-boa-opcao/

Há outros benefícios além da saúde do corpo, que são motivadores para tornar as caminhadas uma prática ainda mais atraente. O tema das caminhadas pode ser associado à relação com que mantemos com a cidade onde vivemos. A Semana do Caminhar, por exemplo, é uma iniciativa que promove o hábito saudável e elege formas das mais variadas para estimular o hábito de caminhar.  O site do programa informa que “em 2019, o tema da Semana do Caminhar é ‘Aprender caminhando’, de forma a valorizar o potencial educativo de caminhar. Caminhando conhecemos lugares, histórias e pessoas diferentes, aprendemos a conviver com a diversidade e valorizar o território onde vivemos e circulamos. O caminhar amplia horizontes, é a principal ferramenta da cidade educadora e uma forma de ampliar repertórios de adultos e crianças.” Leia mais em https://semanadocaminhar.org/