Futuro das Cidades - Instituto Vedacit

Conferência discute a resiliência e a sustentabilidade das cidades

O Programa Cidades Sustentáveis, da Prefeitura de São Paulo, e a Plataforma Global para Cidades Sustentáveis (GPSC), do Banco Mundial, promoveram recentemente a conferência Catalisando Futuros Urbanos Sustentáveis, noticiou ontem (16) o jornal El País. Segundo a reportagem da jornalista Mariana Ceratti,  a “população urbana global deve crescer rapidamente nas próximas décadas, o que obriga prefeitos e cidadãos a olhar com mais atenção para questões como clima, espaços verdes e gestão de resíduos sólidos”.

O evento abordou três assuntos principais, “sempre tendo a resiliência e a sustentabilidade das cidades como panos de fundo”:   a mudança do clima; mais espaços verdes, como parques com árvores, pássaros, abelhas e outras espécies; e o gerenciamento dos resíduos sólidos.

Segundo a reportagem, “pequenas ou grandes, as cidades de todo o mundo têm desafios comuns, em especial os trazidos pela rápida urbanização e pelas mudanças climáticas. As Nações Unidas estimam que 4 bilhões de pessoas —mais da metade da população global— vivem nos centros urbanos. Até 2050, mais de dois terços da população mundial viverá nas cidades, o que gerará uma demanda crescente por moradias acessíveis, sistemas de transporte bem conectados e outras infraestruturas e serviços, além de empregos”.

A matéria afirma que, segundo os conferencistas, a boa notícia é que, com conhecimento e criatividade, os centros urbanos estão encontrando formas de enfrentar novos e antigos problemas com menos perdas e maior capacidade de recuperação. Em outras palavras, criando resiliência.

Leia mais:

https://brasil.elpais.com/brasil/2019/10/14/economia/1571081100_985548.html